03 março 2016

De Qualquer Forma


Os passos vagos dizem muito
Sobre aquilo que ninguém quer saber
A voz falha e tremula mostra
Que as palavras estão sumindo da memória

O silêncio não diz nada sobre aquela garota
Pois ela sempre fora feita de sons, risos e ruídos
Mas agora o silêncio finge ser
O seu melhor amigo

Substituir uma dor, por uma ilusão
Mentir para si mesmo
É se ferir de qualquer jeito

Quando toda Sexta Feira, se veste de Segunda...


Um comentário:

  1. "Quando toda Sexta Feira, se veste de Segunda..."
    Belos versos ♥♥♥

    ResponderExcluir

Olá, marujo! Agradeço desde já pelo seu comentário, é muito legal saber o que acham das postagens. Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa retribuir o comentário.