23 janeiro 2016

Quem é você?


Como pôde?
Não me enxergar
Quando mais chamei tua atenção
Não me procurar
Quando sumi da tua vida
Não se questionar da minha bipolaridade
Como pôde?
Não cuidar de mim no frio da noite
Me afoguei em minhas próprias lágrimas
E você nada fez...
Quem é você afinal?
Não me lembro porquê isso me machuca
Qual era sua função em minha vida
O que fazia de você tão importante
Será que os meus medos apagaram minha memória?
Ou será culpa do mar de tristezas que foi minha moradia?
Não sei, eu realmente... não
Não sei mais o que você venha a ser
E não vejo mais o porquê
Sentir falta de alguém que nem conheço

6 comentários:

  1. Lindo ! Me sinto assim também ...
    Beiju
    daniellaalessandra.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Que bom que gostou!
      Beijos e abraços!!

      Excluir
  2. Eu amei suas palavras, muito reflexiva, quero muito que algumas pessoas leiam ela haha.
    Beijos, Bunny and Sara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que tenha gostado! >-<
      Beijos e abraços!!

      Excluir
  3. Estranho como, muitas vezes, queremos tanto ser vistos que ignoramos os tantos que há muito nos enxergam.

    Belos versos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei bem como é isso, é brincar de ser idiota. Estou em uma fase de estar por perto de quem me faz bem, e quem não quer mais ficar.... que vá :)
      haha isso é bem mais estranho, mais é o certo.

      Que bom que gostou! Beijos!!

      Excluir

Olá, marujo! Agradeço desde já pelo seu comentário, é muito legal saber o que acham das postagens. Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa retribuir o comentário.