14 julho 2015

Meu erro

Quer saber? Chega. Não estou mais a fim de chegar em casa e além do meu quarto ter que arrumar toda a bagunça que você fez em mim. É hora de crescer, agora cada um vai escolher o seu caminho e tentar seguir feliz com seu próprio coração. O meu, mesmo que vazio e incompleto consegue se manter equilibrado com seus leves batimentos. Você foi uma escolha, um erro, meu erro. Admito, mas não me desespero, caso contrario viveria em uma sucessão de culpas.  Pena, que só agora eu posso ver que quando se trata de nós dois, esquecer e encontrar outro alguém não é difícil. 
Você me ensinou o que é ser passageiro na vida dos outros, e bom, chegamos em meu ponto, é aqui que eu desço.

2 comentários:

  1. Gabrielaaa, adorei o seu blog! muita coisa em que todas nós pensamos né? chega lá no meu: http://daumavoltinha.blogspot.com.br/ beeeijos

    ResponderExcluir

Olá, marujo! Agradeço desde já pelo seu comentário, é muito legal saber o que acham das postagens. Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa retribuir o comentário.