07 outubro 2014

Cansei de Ser Quase

Chega um momento em que nos damos conta que muitas vezes somos o principal obstaculo da nossa caminhada. Nessa estrada, nessa longa estrada que na verdade é tão curta. Chega uma hora que a vida real não parece ser tão assustadora assim... Claro, sem essa de que viver pode ser mil maravilhas do nosso mais belo sonho. Pois a vida não é isso. Viver é está acordado. Mas a vida por mais inútil que as vezes pareça, tem algo de especial. É como se tudo isso não fizesse sentido mas com algum significado, e pensar assim me deixa mais leve. E eu não estou nem aí para o tempo lá fora, ou do que preciso ou não para encontrar essa tal felicidade. Chega um momento em que cansamos desses meios termos, desse torturante passado que nos prende nas mesmas pessoas, nas mesmas ruas. Chega uma hora que tudo o que mais queremos é o novo, o desconhecido. "É preciso se arriscar" se for preciso, então que seja. Eu serei. Sem medo de errar ou de me arrepender, sem ter que dar explicações para aqueles que sequer se importam, sem ter que viver em uma história inventada por mim mesma. Ainda bem que esses momentos de cansaço chegam, e nos ajudam a enxergar que não precisa ser assim. Cansei de ser quase tudo aquilo que gostaria de ser um dia, eu quero me sentir por completa. Eu quero acordar todos os dias me sentindo bem comigo mesma, seja lá qual for o meu humor. Quero viver o pouco que me resta transbordando para todos os lados. Não sou quase nem tão pouco tudo, mas sou algo, sou única... sou apenas eu.

6 comentários:

  1. Sou apenas eu!
    Se sentir completo é tão confortante! Li em um outro blog sobre ser completo e me peguei pensando que, se as pessoas buscassem fazer apenas aquilo que as fazem se sentir completas, a felicidade seria rapidamente alcançada, mas nos somos nossos próprios obstáculos, e o medo de arriscar é o nosso limite, quando não deveria ser. Ah se soubéssemos quebrar barreiras.

    Com satisfação,
    Gabryel Fellipe

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Pois é, me sinto assim também... Já passei da hora de mudar, mas tenho medo. Mudar dá medo.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu acho que mudanças são mais que bem-vindas. Ninguém gosta de mudar, pelo menos no princípio, mas a ideia incrível de ter uma nova perspectiva, um novo olhar, uma nova era, poder se reconstruir e reconstruir tudo ao seu redor, te dá muito mais animo para seguir em frente. Enfim, amando de paixão a nova fase do blog.
    cronicasdeumlunatico.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Mudanças são sempre bem vindas, certo?
    Boa sorte com o novo nome do blog, que ele te faça sentir cada vez melhor com o seu blog e leitores <3
    Beijoos ♡ || Caramelos Encantados

    ResponderExcluir
  5. Pode ser dessa forma, se você quiser, pode não ser, se você não quiser. A essência da vida está nas escolhas, a graça são as decisões, e as consequencias. Viver sempre vai ter um motivo desconhecido ou supostamente conhecidos pelos religiosos, cada um com sua opinião, eu acredito em Deus, mas essa não é a questão aqui. Acordar com a cabeça limpa de está sendo você mesma, longe da hipocrisia e da falsidade é importante. Dormir sabendo que fez o que é preciso pra você mesma, também é. Mas, não desista de todas as coisas, tem coisas que pioram nosso humor por um dia, mas melhora o de quem amamos por uma semana >.<

    Gostei daqui.
    Coastal Brake.

    ResponderExcluir
  6. Nem sei bem o que dizer (meu docinho está amadurecendo e.e), mas mudar é o que é bom, saber que nada é concreto nos reconforta. "Eu posso ser o personagem que eu quiser!", a vida pode não ser uma brincadeira, mas nós temos o controle do jogo na mão... E pra todo "game over" existe um "tentar novamente".

    ResponderExcluir

Olá, marujo! Agradeço desde já pelo seu comentário, é muito legal saber o que acham das postagens. Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa retribuir o comentário.