30 setembro 2014

Segunda-Feira

Já tentei muitas vezes acordar de bom humor, levantar com o pé direito e distribuir sorrisos por aí. Lembro de cada tentativa como se fossem poucas, mas não me lembro do fim de cada. Eu nunca culpei a segunda-feira nem, gato preto que sempre anda por aí, ou aquela longa caminhada que devo fazer todos os dias. Já preenchi folhas brancas com listas de tarefas que pudessem salvar meu dia, que tornasse ele um dia diferente dos outros. Já tentei falar de trás pra frente e andar pela casa com os olhos vendados. Já passei dias estudando para uma prova de Biologia, e outros tentando não pensar em nada. Já fui rebelde, e já fui mocinha. Sou branca, e quis ser negra. Já me pintei de azul. Nunca briguei com as pássaros por me atormentar com seus cantos logo cedinho, nem mesmo com a chuva por molhar as roupas no varal. Tentei. Já mudei a cor do meu cabelo para sentir meus desejos. Já me senti uma modelo por ter a altura e o corpo de uma. Já amei meus cachos, assim como já quis não te-los. Comprei um violão e nunca aprendi a tocar. Certa vez subi em uma arvore e fiz dela meu esconderijo. Nunca ri da dor. Meus joelhos já foram roxos nas tentativas, com o simples pedido de largar as rodinhas da bicicleta. Já atropelei um cara com a bicicleta.
Sim, eu já tentei ignorar o que não precisava de atenção, assim como já tentei fazer o sem graça se tornar memorável. Mesmo assim, os dias continuaram os mesmos. Isso porquê não depende só de mim. Por que não posso gostar de clichês? E por quê eu teria uma cor preferida? Por que é o que todos fazem? Eu sou apenas eu. Afinal, pra quê esse ódio da segunda? É um dia da semana como outro, a vida é espontânea, minha segunda pode ser uma sexta-feira. Por quê eu culparia o pobre gato preto ou aquela maldita escada se não foi eles que me magoaram? Não deixem eles tirarem o melhor de você: sua essência. As tentativas serão várias e os resultados os mesmos, isso porquê não há dia perfeito. Não seja como eles nem mesmo diferente, seja apenas você.


Um comentário:

  1. É bem tua cara tudo isso, mas afinal, se não fossem essas coisas tu não seria tu (agradecimentos a Clarice Falcão por emprestar a base de sua citação u.u) kkkkkk
    Véi, tbm não gosto disso de segundas e sextas, e acho muito besta isso, e tenho vontade de enterrar minha cabeça ao lembrar que eu tbm já me deixei levar por esses clichês... Pelo menos enterro minha cabeça sendo eu mesma ;)
    "Dorei" o texto!

    ResponderExcluir

Olá, marujo! Agradeço desde já pelo seu comentário, é muito legal saber o que acham das postagens. Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa retribuir o comentário.