17 setembro 2014

A Pesquisa de Júlia - Episodio 2


That's where she lies, broken inside. With no place to go. -Nobody's Home (aqui)


Júlia fechou seu caderno e o guardou em sua mochila que carregava nas costas. Olhou novamente para sua amiga e sorriu em seguida dando iniciou a um novo e ultimo abraço.
-Promete que vai me ligar?
-Não sei se posso prometer isso.
-Como assim, Júlia?
-Eu não levarei meu celular.
-Você está louca? Como você quer chegar segura a algum lugar sem manter o contato com as pessoas?
-Veronika tente me entender, essa viagem é importante pra mim. Eu não quero me preocupar com outras coisas, vou apenas me focar em minha pesquisa. E se pra isso for preciso correr algum risco... que seja.
-Pesquisa? Okay.
Se encararam por um momento e no fim, as duas riram. Veronika levou a amiga até a estação e Júlia pegou o trem. Preferiu se sentar ao lado da janela, se sentia bem ao observar a paisagem. Logo percebeu a presença de alguém ao seu lado. Era um garoto que parecia ter seus 18 ou 19 anos, lindo, um estilo um tanto despojado e moderno. Parecia ser um daqueles caras que não ligam para a opinião dos outros e que vivi sua vida solitária intensamente. Júlia adorava isso. E entre esses e outros pensamentos, ela se encontrou o encarando, ele por sua vez a olhava meio sem jeito.
-Tudo bem se eu me sentar aqui? -Ele perguntou.
"Droga!" Agora ele pensava que estava a incomodando.
-Claro. -Sorriu sem graça.
Com o passar do tempo a viagem se tornava entediante, então Júlia resolve conversar um pouco, mas o garoto agora se encontrava dormindo. Isso a permitia ter uma visão melhor para ele. Seu cabelo tinha um corte rebelde junto a um castanho escuro que se destacava a pele branca, ele parecia ser mais lindo dormindo. Depois de analisa-lo, Júlia resolve dormir também.

Estava frio e se sentia incomodada naquela posição, nada seria pior, até alguém a chacoalhar. Júlia abre os olhos e se depara com um homem alto segurando uma lanterninha, estava escuro, e o belo garoto não estava mais ao seu lado.
-Chegamos ao nosso destino menina, o trem só parte amanhã e não posso permitir que fique aqui. -Disse ele com um vozeirão.
Júlia se levantou e pegou sua bagagem, queria saber onde estava mas resolveu não perguntar. De acordo com aquele homem, aquele lugar era seu destino, então assim será.
 Estava com frio e com fome, e mesmo "perdida"  resolveu ir até uma lanchonete que encontrara enquanto zanzava pela cidade desconhecida. Durante a espera pelo lanche que havia pedido, Júlia veste um casaco para se aquecer e novamente decide escrever em seu caderninho.
"Estou cansada e sem abrigo, e confesso que tenho medo de me arrepender. Será que o amor vale tudo isso? Eu espero que sim."

Júlia sempre esteve ciente do que estava fazendo, e sabia que isso era loucura. Poderia voltar para casa sem respostas ou, poderia nem mesmo voltar. Uma garota sozinha em um lugar estranho, com um simples desejo de saber o que é o amor.

4 comentários:

  1. Achei o seu simples modo de escrever sobre amor tão singelo, tão belo, tão perfeito. Dei uma passadinha na primeira parte e vamos lá, continua!
    Depois de milhões de anos, tem post novo no blog ;)
    cronicasdeumlunatico.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn que amor, obrigada *-* também gosto do seu modo de escrever u.u
      Que bom que gostou, logo irei conferir as novidades do seu blog!! :)

      Excluir
  2. OMG, continua!!! Com certeza essa história não se passa no Brasil, pq se fosse essa criatura seria assaltada e assassinada!!! kkkkkkkkkk' Mas, piadinhas de lado, tá muito bom. É uma leitura agradável, que nos leva a reflexão e a querer ler mais... por tanto POSTE LOGO O PRÓXIMO CAPÍTULO!! Tô muito curiosa, e onde foi parar o deus grego?? Sumiu assim do nada, até parece q é anjo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKK' Né? Mas isso é uma web novela tudo pode acontecer u.u brinks (tentarei ser realista lool) awwwwwwwwn que bom que acha isso! E logo postarei, enquanto ao "deus grego" bom, vai saber kkk Bjjjs!! <33 Obg

      Excluir

Olá, marujo! Agradeço desde já pelo seu comentário, é muito legal saber o que acham das postagens. Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa retribuir o comentário.