15 janeiro 2014

Resenha - As Vantagens De Ser Invisível

Todos já devem ter ouvido falar do livro As Vantagens De Ser Invisível, o mesmo que inspirou o filme. Esse livro estava em minha listinha, mais uma vez eu fui influenciada pelas pessoas e comprei um livro que todos diziam ser bom. Eu já o amava por ter a Hermione e Percy (Ops! Emma Watson e Logan Lerman) e o Ezra Miller na capa do livro, mas confesso que ao ler eu me confundi um pouco. A verdade é que o livro não me cativou como eu esperava, eu demorei muito para lê-lo (isso acontece quando o livro não me cativa) mas ele é bom e discute sobre vários assuntos, sobre o mundo adolescente, isso somente em um adolescente! Bom, depois falo mais sobre, mas agora vamos ao que interessa.

Resenha

Charlie é um adolescente de 15 anos, ele é um tanto sozinho e isolado e por isso vivi escrevendo cartas para um amigo desconhecido (depois irei falar mais sobre isso) para não se sentir tão só. Esse anti socialismo desenvolveu após seu melhor e único amigo se suicidar, e também pelo acidente que aconteceu com sua tia Helen. Charlie sempre sofreu com isso. Ao entrar no ensino médio ele cria uma amizade com o professor de inglês que alimenta o sonho de Charlie em ser um escritor, indica livros e se tornam amigos. Mas Charlie decide acabar com sua solidão e encontrar amizades com garotos e garotas de sua idade, mesmo sendo muito tímido. E é aí que Charlie descobre coisas novas como o amor e principalmente, como ser uma pessoa melhor. 

Capa do livro

(Essa foto não foi tirada por mim, mas o meu livro é com essa capa, já que exite outra. E sinceramente, a capa do livro é linda)

Frases que eu gostei:

“Então, esta é a minha vida. E quero que você saiba que sou feliz e triste ao mesmo tempo, e ainda estou tentando entender como posso ser assim.”

-Por que as pessoas boas escolhem as pessoas erradas? 
-A gente aceita o amor que acha que merece.

“Eu morreria por você. Mas não viveria por você”

"Eu não quero ser a paixonite de ninguém. Se alguém gosta de mim, eu quero que goste de mim de verdade, e não pelo que pensam que eu sou. E não quero que carreguem isso preso por dentro. Quero que mostrem para mim, para que eu possa sentir também."

"Eu sei que tem pessoas que dizem que essas coisas não acontecem, e que isso serão apenas histórias um dia. Mas agora nós estamos vivos. E nesse momento, eu juro. Nós somos infinitos."

Stephen Chbosky tem uma visão muito extensa sobre a adolescência, e ele misturou tudo em apenas um garoto. É tanto que as vezes eu pensava "Como esse menino consegue aguentar tudo isso?" e muitas vezes me confundia e fechava o livro com uma baita dor de cabeça. E as piores das vezes, era quando eu entendia o Charlie, isso me dava medo. Porém, é um bom livro, com diversos assuntos como: Sexo, drogas, abuso, relacionamento familiar, transtornos psiquiátricos e outros! O livro é feito por cartas, aquelas que Charlie escreve para o "amigo desconhecido" que não é identificado em momento algum. Acho, que o Charlie escrevia essas cartas para não se sentir tão sozinho, é o que eu acho. Eu só fui entender mais sobre o livro depois de ter pesquisado e assistido o filme. Mas enfim, espero que tenham gostado. Beijos!

8 comentários:

  1. Juh, muito boa a resenha. Esse foi o meu primeiro livro de 2014, e eu gostei muito dele. Mesmo que algumas horas eu ficava com medo de entender Charlie, assim como você.
    O livro também não me cativou muito, mas ao final eu consegui me prender um pouco. Gostei mais do filme, mesmo que o livro seja muito bom.
    Charlie é um menino bem interessante!
    Eu tinha pedido para me afiliar com o seu blog no ano passado, você me respondeu que sim, mas fiquei sem internet e não pude entrar em contato depois :/
    http://criatividadeamil.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi? Legal; Pois é, eu sentia esse mesmo medo, era tenso kkk' u.u' Também gostei mais do filme ^^
      Pois é, eu me lembro e fiquei mesmo esperando sua resposta. Mas tudo bem, podemos resolver isso, o que você acha? ^^ bjs <3

      Excluir
  2. Já ouvi muuuito falar desse livro e do filme também, mas nunca cheguei a ler ou assistir. Falam muito bem do filme, quero muito ver, muito mesmo! O livro também deve ser ótimo, e sua resenha ficou muito boa. Beijos! <3
    coff-cake.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, falam muito mesmo, ele é bem conhecido ^^ o filme eu já acho mais legal ^^
      Awn que bom que você gostou da resenha :)) Beijos! <3

      Excluir
  3. Nunca li esse livro, eu não gosto muito de ler, mas gostaria de ler esse. Muito boa sua resenha *-*
    PS; Amor, tem uma tag te esperando la no blog, é a tag "Liebster Awards" se você já respondeu a tag, ignore o convite ok? ♥ Beijos gatinha >3<

    Estilo Indefinido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A leitura se torna algo legal quando algum livro te conquista, você só precisa de um livro bom. Fico contente por despertar essa vontade em você, mas acho que esse livro não seria o melhor (i'm sorry Stephen Chbosky, me julguem resto do mundo)
      Ah, claro, logo responderei a tag ^^ Beijos <3

      Excluir
  4. Adorei a resenha, quero muito comprar esse livro!
    Já estou seguindo o blog, um beijo.
    blogdamari-bymaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awwn que bom que você gostou, é um bom livro ^^
      Ownt muito obrigada, fico feliz por isso e seja bem vinda! \o/
      Beijooos! <3

      Excluir

Olá, marujo! Agradeço desde já pelo seu comentário, é muito legal saber o que acham das postagens. Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa retribuir o comentário.