16 novembro 2013

Sempre...

Eu não queria me importar tanto, mas eu me importo, mesmo quando eu digo que não me importo. Eu sempre me importei, e acho que é muito tarde para me lamentar agora. E o mais difícil é aceitar que sempre será assim. Eu me importando, você me ignorando, e eu te querendo cada vez mais e mais. Alem do mais, não encontro a logica disso tudo, talvez ela nem exista, pois tudo revirei. É isso que você faz comigo, vem como um furacão e revira tudo em mim sem motivo e objetivo, somente para me deixar mais confusa do que já sou. Eu já me cansei, mas, continuo, mesmo sabendo que você não vale nada. E porquê? Porque eu me importo, sempre...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, marujo! Agradeço desde já pelo seu comentário, é muito legal saber o que acham das postagens. Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa retribuir o comentário.