09 setembro 2013

Despedidas, as tão cruéis despedidas

Você só descobre o que é amor, quando o tem por perto mesmo estando longe. Vivemos naquela mesma rotina barata e entediante de sempre, com aquelas mesmas frases e sorrisos tristes que se repetem a cada amanhecer, e então, alguém entra em nossas vidas e tudo se encontra ao oposto, nada é mais o mesmo. É difícil entender o verdadeiro motivo da vida, principalmente se desejar uma resposta imediata. Conviver com pessoas que um dia pareciam valer a pena, sorrir para esconder, suportar para cicatrizar, respirar sem folego, gritar em silencio, chorar por dentro, se sentir sozinho na multidão. Tudo se desgasta ao passar do tempo, inclusive esse tal de amor. As pessoas mudam e não percebemos, isso até o momento que as vemos e nem sequer lembramos da ultima vez que estavam juntos. É difícil encarar a realidade e aceitar as despedidas, as tão cruéis despedidas, que faz a gente duvidar de tudo que um dia parecia verdadeiro, traiçoeiras e impiedosas, sempre presentes nos momentos felizes, tornando tudo o que não semelhava ser. A gente diz que ama, diz que cuida, diz que gosta e quer pra sempre, mas o pra sempre acaba logo ali com a chegada da distancia. E então é aí, que descobrimos que desconhecemos o que nomeávamos amor.

6 comentários:

  1. É incrível como seus textos parecem resumir os meus próprios pensamentos... Minha visão sobre o amor é bem assim! Quer dizer, lógico que a gente sonha com algo que seja verdadeiro, belo e eterno, mas todas as vezes que nos apaixonamos, acreditamos ser assim até que... passa.

    A vida é bem irônica, haha.

    Beijos ♥ Jeito Único

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awwwn Lari *--*
      Não fico surpresa ao saber que você pensa como eu, já que eu sempre concordo contigo ao ler seus textos e ports haha' u-u Realmente, a vida é irônica, sem duvidas haha

      Beijos Lari ♥

      Excluir
  2. Oh God, que texto lindo <3

    coffeesandreams.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awwwwwwwwwwn mesnina (ela é belieber gente, socorro haha) obrigada, que bom que você gostou ^-^

      Excluir
  3. O.O Olá??
    É a Gabi que conheço?? O.o
    Cara, teu texto tá muito divos (sim, plural), amei as metáforas, mas... Quem é você, Gabi?? (kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk entendeu a piada?kkkkkkkk tipo: Quem é você, Alasca? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Não tem graça né, eu sei).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Kate o.o sou eu o.o sempre fui eu e nunca outro alguém alem de mim mesma o.o do que que eu tô falando? o.o amo essa carinha o.o kkk' u-u' Mas uma das piadas engraçadas de Katarine ¬¬ kkk BA DUM TSS!!Entendeu a minha piada? Falei que tua piada foi engraçada kkk' u-u LOL Quero esse livro *-----*

      Excluir

Olá, marujo! Agradeço desde já pelo seu comentário, é muito legal saber o que acham das postagens. Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa retribuir o comentário.