24 agosto 2013

Fanfic - The OneThat Got Away

image
(Como pode ser tão lindo?? *--* E outras coisinhas a mais u-u é só meu)

Hey beliebers do meu marido! LOL! Tudo bem com vocês? Enfim, um seculo depois finalmente escrevi outro capitulo para a fic, espero que vocês gostem e me desculpem mesmo, por demorar TANTO! Para ler a fic é só clicar em Leia mais ^-^





The OneThat Got Away (Chega de orgulho) 

Ok, eu não realmente não tinha nenhuma desculpa em mente, então foi o jeito ter que dá explicações.
Katherine: Estamos esperando Mary, não vai dizer nada sobre?
Mary: Ta! Eu falo... Eu gritei mesmo com a garota.
Katherine: Mary!
Mary: Mas foi por ela ter tentado me humilhar na frente de todos, ela derramou a comida em mim!
Katherine: Foi um assistente!
Mary: Não, foi de proposito, todos naquela escola me odeiam! Por isso não falo nada com você...
Já estava irritada com aquilo tudo, fui direto para o quarto e me joguei na cama. Passa alguns minutos e esculto a porta se abrir, era o Justin.
Mary: Ela fez aquilo de proposito. -Fui logo dizendo
Justin: Eu acredito em você.
Mary: Não Justin, você não acredita em mim, ninguém acredita! Para todos eu sou apenas a maluca que só faz besteira.
Justin: Mary não fala assim, sabe que eu acredito em você. -Ele diz se sentando ao meu lado. -Deveria confiar mais em mim.
Ficamos quietos por um momento, eu e essa minha mania de admirar o chão.
Mary: Justin. -O chamo com voz baixa.
Justin: Oi?
Mary: Quando eu era menor eu, nunca me encaixava naquelas turminhas que havia na escola, assim como hoje. Eu me sentia invisível sabe?
Justin: Imagino, eu sei bem como é não se encaixar nessa idade.
Mary: É mas, eu pensava: Se eu sou invisível para todos, o que vale a minha existência?
Ainda olhando pro chão consigo perceber Justin olhando meio surpreso para mim, mas ele logo fica como antes.
Justin: E o que você fazia devido a isso?
Eu simplesmente peguei uma das mãos do Justin e tirei um das minhas pulseiras, e coloquei sua mão sobre meu pulso fazendo assim ele sentir as marcas. Justin não fala nada e nem olha para mim, apenas fica tocando em meu pulso por algum tempo.
Mary: Pode falar, eu sei que agora você vai vim com aquele papo chato e falar que minha atitude foi idiota e...
Antes mesmo de conseguir terminar o que eu iria falar, sou surpreendida com um abraço dado por ele. Sim, fiquei muito surpresa com aquela atitude, eu não esperaria isso de ninguém.
Justin: Eu não vou te julgar Mary, você teve seus motivos, mas saiba que agora eu estou aqui com você. -Ele diz baixinho somente para eu ouvir.
Eu respondo seu abraço ao ouvir aquilo, ele sim se importava.
Mary: Então você me entende não é? Eu não consegui ficar calada e deixar tudo acontecer, eu tive que me defender pelo menos uma vez.
Justin: Não precisa se explicar...
Ele beija minha testa e eu me aproximo mais dele, tentando de algum jeito me sentir protegida, e era assim que eu me sentia. Pela primeira vez em toda minha vida percebi que ali comigo estava a pessoa certa, o medo de perde-lo automaticamente se tornou maior, porem, eu acreditava nele e confiava naquela nossa promessa.
Mary: Justin...
Justin: Oi?
Mary: Aquilo que você me disse, no dia daquela chuva. Era verdade?
Ele pensou um pouco e fez cara de confuso.
Justin: Desculpa mas, o que eu disse exatamente?
Mary: Que me amava.
Falo sem drama nem nada, queria saber se aquilo era mesmo verdade mas para minha surpresa, ele se enrola na resposta.
Justin: Ah... Pois é, eu, eu disse.
Mary: E era verdade?
Ele parou por um momento e me respondeu em um suspiro.
Justin: É, eu estou realmente... Gostando muito de você.
Eu sorri ao ouvir aquilo, mas não demonstrei muita felicidade e o perguntei o por que de tanta dificuldade para afirmar minha pergunta.
Justin: Mary eu sou do tipo idiota sabe? Que se importa demais, que se apega demais, que ama demais. Eu já me entreguei tanto e, aff esquece...
Mary: Você não é idiota Justin, só é do tipo de pessoa que o mundo precisa e que falta muito.
Ele sorriu de um jeito tímido com o elogio, sorri também.
Mary: Eu não posso afirmar nada para você ainda, mas... O que eu sinto por você, é muito forte.
Ele continua com aquele sorriso no rosto e segura minha mão tentando desviar o olhar um pouco envergonhado.
Mary: Você é louco sabia, mostra ser o foda e na verdade é um garoto romântico e sensível.
Justin: Sabe que eu acho o mesmo de você!
Mary: É? :s
Justin: Sim, mostra ser uma garota fria e mandona, mas por dentro é uma menina doce e frágil.
Rimos de nós mesmos e ficamos ali, juntos. Eu me encontrava deitada ao lado dele, com a cabeça em seu peitoral sentido ele brincar com meu cabelo.
Mary: Por que fazemos isso?
Justin: Talvez porque...  Temos medo de ser desagradáveis, sei lá.
Mary: Eu me sinto bem quando estou na pista de skate, lá ninguém liga para roupas e classe social. Gosto de ficar com aqueles malucos e... Com você. -Olhei para ele sorrindo.
Justin: Eu também, não preciso ser outra pessoa quando estou com você e isso é ótimo.
Ficamos mais um tempo ali, olhando para o teto. Eu simplesmente amava ficar perto dele, mesmo que sem dizer ou ouvir uma palavra, sua presença já era o bastante.
Mary: As vezes eu queria correr dos meus problemas sabe? Apenas esquece-los e continuar vivendo. As pessoas estragam minha vida.
Justin: Eu posso te ajudar.
Mary: Não, ninguém pode.
Justin: Eu posso. u-u
Mary: A é? E como senhor pode tudo?
Ele da "um pulo" da cama e vira para mim com um sorriso de orelha a orelha.
Justin: Fugindo! :D
Mary: Que?? -Ri dele.
Justin: É! Eu e você, juntos, sozinhos aí pelo mundo vivendo nossas vidas.
Mary: kkk' Impossível! Eu não posso fugir e, nem você. Não daria certo...
Ele se desanima e deita novamente, eu olho para o lado e sorriu ao vê-lo de perfil. Isso até a Katherine entrar no quarto.
Katherine: Mary?
O Justin se levanta e eu me sento na cama meio triste, sei que a Kah não acreditaria em mim.
Mary: Se for pra falar sobre meu comportamento pode esquecer porque...
Katherine: Não, não é por isso. Mesmo achando tudo muito estranho, eu prefiro acreditar em você. Somos irmãs não é mesmo? -Sorri olhando para baixo. -Ah e Justin, hora de ir.
O Justin se levanta e eu também, seguro sua mão o trazendo para perto novamente.
Mary: Queria que você ficasse, afinal, queria te ver mais vezes.
Justin: Eu também queria ficar mais.. Se cuida tá? -Ele diz beijando minha testa. -Qualquer coisa é só me ligar.
Nós nos beijamos e ele se retira do meu quarto, e fica somente eu e a Kah, que olhava confusa para mim.
Mary: O que foi?
Kateherine: Eu ouvi errado ou ele disse "É só me ligar"?
Mary: É, pois é... Ele me deu esse celular, foi um presente.
Mostro o celular a ela que o tira rapidamente de minhas mãos.
Katherine: Mary isso deve valer uma foruna! Não pode aceitar.
Mary: Eu sei, mas não para o Justin. Relaxa Kah, aceitei pois esse era o unico meio de nos comunicarmos quando estivermos longe do outro.
Me virei tirando as meias que estavam em meus pés, já indo em direção ao banheiro sem me importar com a presença da Kateherine (já que ela ama me contrariar) até ouvir ela dizer:
Katherine: Você gosta dele né?
Parei de andar e me virei para ela, será que estava tão obvio assim? Eu posso gostar da pessoa e até mesmo ama-la, mas carrego comigo um certo orgulho, não quero que elas saibam disso e pessam "Ah que lindinha, ela me ama, enfim, eu não me importo" simplesmente se vão como das ultimas vezes. Gosto de deixar o misterio no ar, tipo "será que ela gosta de mim? Vou esperar mais um pouco para descobrir".
Mary: Por que você diz isso?
Katherine: Por que? Bom... A Mary durona e fria que você diz ser nunca iria se preocupar em distancia, para ela tanto faz o Justin tá aqui ou la na China.
Mary: Durona e fria? -Perguntei pasma
Katherine: Claro, vocês já passaram um bom tempo juntas e... Aposto que ainda nem disse a frase "eu te amo" para ele.
Eu fiquei sem reação com aquilo, apenas fui em direção ao banheiro.
Mary: Eu não amo o Justin! -Disse enquanto desabotoava a calça. -E mesmo se GOSTASSE tanto dele assim, não diria que o amava de cara.
Fui em direção ao box e ouvi a Katherine rindo de mim.
Katherine: Você não me engana Mary, você é louca por esse garoto. E pra falar a verdade, de todos os caras que você namorou esse é que mais me agrada.
Revirei os olhos enquanto sentia a água cair sobre mim. CLARO que eu amava ele, eu poderia enganar até mesmo a Katherine que se diz tão esperta, mas não a mim mesma. Depois do banho fui para meu quarto e vesti uma camisa folgada xadrez que eu amo e sempre uso para dormir, e agarrei meu novo celular. Era daqueles modernos, bem avançados que eu quase não conseguia mexer, só peguei mesmo para "malinar", isso até ele tocar. Atendi na mesma hora.
Mary: Alô?
XxXx: Uou! Na primeira chamada! (Risos)
Mary: (Risos) É tudo muito novo, mas enfim, fala. Onde você tá?
Justin: Em casa, no meu quarto, na minha cama, conversando com você.
Mary: Hum...
Justin: Amanhã eu vou sair amanhã para resolver uns problemas, não vai dá para eu te visitar.
Mary: Tudo bem, eu entendo.
Justin: É que fico com medo de você achar que você tem hora na minha agenda sabe?
Mary: E não é a verdade.
Justin: Mary ¬¬
Mary: (Risos) Estou brincando...
(Silencio)
Justin: Sabe, eu poeria te levar comigo e sei lá, a gente revelaria logo esse nosso namoro.
Oi? Ele disse namoro?
Mary: Ham... Não, não mesmo.
Justin: Por que não? Mary, não podemos viver nesse esconde-esconde a vida toda.
Mary: É que... Eu não estou preparada, imagina a reação de todos quando soubessem.
Justin : Ué, normal.
Mary: (Risos) Ta brincando né?
Justin: Não, por que seria brincadeira?
Eu não queria falar para o Justin o que eu realmente sentia ou o que eu realmente pensava. Afinal, brincadeira nada! Posso não ser bem informada mas sei bem como é a vida desses famoso, já poderia ver nas revistas "Cantor Justin Bieber está namorando uma Zé Ninguém que conheceu em um lugar de quinta, que mora em um lugar de quinta, que veste roupas de quinta e, é uma pessoa da quinta categoria" eu não posso estragar a vida de quem eu amo, já basta a Kah. Que inclusive estava me chamando.
Mary: Justin depois conversamos mais um pouco, a Kah está me chamando.
Justin: Okay, eu te amo viu? Dorme bem.
Mary: Dorme bem também.
Fui direto para o quarto da Katherine, que se encontrava deitada se entupindo de batata frita.
Mary: Oi? O.o
Katherine: Quer? -Ergueu o pacote de batatas.
Eu me aproximei e aceitei a batata, e me sentei ao lado dela.
Mary: Não acha que está comendo muito ultimamente?
Katherine: Você acha? Ai meu Deus eu tenho que parar. -Falou se afastando das batatas. -Desde que fui demitida não para de comer, tô virando uma bola.
Mary: Vai virar sim, se continuar comendo feito louca. Mas eu tenho algo para te dizer que, vai te animar bastante.
Katherine: E seria exatamente o que?
Mary: O Justin, ele irá procurar um trabalho para você.
Katherine: Como é que é? O Justin vai encontrar um emprego para mim?
Mary: Sim, ele até praticamente afirmou que encontraria.
Katherine: Okay, agora eu tô oficialmente gostando desse menino!
Mary: (Risos)
Katherine: (Risos) O que vocês tanto conversavam no quarto? Aposto que estavam falando muuuito de mim.
Mary: Aff não mesmo.
Katherine: ¬¬
Mary: Tá, só um pouquinho. Mas é papo nosso e tal...
Katherine: Hum, sei...
Ela me olha com aquela cara de "eu sei que você tá me enrolando" e nós começamos a rir juntas, do nada, apesar das várias e inacabáveis brigas eu amo a Kah, ela é tipo um anjo pra mim. No dia seguinte acordei cedo com os raios de sol invadindo meu quarto, levantei e fui para o banheiro. Ao chegar na cozinha encontro o café pronto, me inclino para conseguir enxergar a sala e vejo a Kah lendo um livro com uma xícara na mão. Olho para o lado e vejo o calendário na geladeira, é quarta-feira, e todas as quartas eu costumava ir ver o Oliver. Me sento sozinha na mesa e tomo meu café. O dia passa normal, como qualquer outro, e no fim da tarde descido ligar para o Justin (outra vez).
Justin: Oi Mary, aconteceu alguma coisa?
Mary: E deveria acontecer algo para eu te ligar?
Justin: Não né, mas é que acabamos de conversar então... Mas enfim, pode dizer.
Mary: Tá ocupado?
Justin: Pra falar a verdade, muito, mas eu posso falar com você.
Mary: Ah mas eu não quero te atrapalhar...
Justin: Eu não vejo isso dessa forma, eu gosto de conversar com você. Pode dizer.
Mary: Mas é que, eu não tenho nada para dizer... Liguei mesmo porque, ah sei lá!
Justin: (Risos) Serio mesmo?
Mary: Olha depois eu te ligo então.
Justin: Depois que eu me desocupar ou depois que você encontrar algo para me falar?
Mary: Ai Justin seu idiota! ¬¬
Justin: (Risos) Ta parei, parei... Depois a gente se fala então.
Mary: Tchau.
Desliguei o celular e fiquei o encarando, acho que esperando o tempo passar para então eu poder ligar novamente.
Katherine: Mary, tudo bem com você?
Mary: Aham :s Por que?
Katherine: Bom, fora o fato de você ligar feito louca para um garoto. Você tá no mesmo lugar à mais de uma hora, e nem está dormindo.
Mary: Nossa, que piadista! -Fiz cara de desprezo
Katherine: (Risos)
Katherine ia para cozinha mas eu a impedi a chamando.
Mary: Kah!
Katherine: Que?
Mary: Eu acho que, eu... -Vamos Mary, não deixa o orgulho de engolir. - Acho que...
Katherine: Acha o que?
Mary: Acho que eu tô gostando mesmo do Justin, tipo, pra valer. Pronto falei!
Katherine: AAAAAAAAAAWWWN! Que liiiinda!!! *---*
Mary: ¬¬ Kah por favor para, é serio! Eu não quero sentir isso e nem que ele saiba disso.
Katherine: Mas por que não? -Ela se senta ao meu lado.
Mary: São medos que eu tenho, mas ficar longe dele, ficar sem falar com ele... Ta se tornando tão, sei lá, torturante.
Katherine: Uau! Esse garoto mexeu realmente com você, minha irmã nunca falaria isso.
Mary: (Risos) É serio Kah!
Katherine: (Risos) Tá, tá... Sabe Mary eu não posso fazer nada, nem mesmo você pode. Essas coisas não é exatamente nós que escolhemos. Você deveria dizer o que sente para ele.
Mary: E se ele ir embora, achar que sou uma tola por se apegar a ele e simplesmente... Ir.
Katherine: Ele não vai fazer isso! Mary, se ele realmente gostar de você, ele não irá de forma alguma. Seja você falando ou não.
Fico em silencio e então a Katherine se retira.
Katherine: Pensa um pouco tá?
Fiquei ali, parada feito uma múmia, pensando sobre. Era exatamente 01:23 e eu ainda me encontrava pensando sobre, só que dessa vez deitada na cama. Eu não contive meus desejos e peguei o celular sem me importar com o horário e liguei para o Justin, que demorou um pouco mas atendeu.
Justin: Alô?
Ouvir aquela voz rouca e sonolenta que implorava para voltar a dormir me fez sorrir.
Mary: Justin?
Justin: Mary? Oi, aconteceu alguma coisa?
Ri sozinha ao novamente escultar essa frase. E continuei conversando, em sussurros pois não queria acordar mais ninguém.
Mary: Não, é que... Eu queria ouvir sua voz.
Justin: Serio? -Esculto ele ri contra o celular.
Mary: Mas eu vou te deixar em paz, desculpa tá?
Justin: Tudo bem, eu gosto de conversar com você.
Sempre tão carinhoso comigo, nem consigo imaginar o que eu faria com alguém que me acordasse as 01:23. Eu amo aquela voz, e ouvi-la me faz bem, alem do jeito suave e lento dele falar, também daquele modo doce de me tratar... É isso! Eu amo o cada detalhe dele, até mesmo da sua mania de morder os lábios, eu amo quando ele está perto e mais ainda quando diz que vai ficar tudo bem, amo esse jeito que ele me cuida e de como tudo fica melhor ao lado dele. Eu o amo, e não suportava ficar mais um segundo sem ouvir aquela voz, sem sentir aquele cheiro ou aquele abraço.
Mary: Justin, quando você vai voltar?
Justin: Acho que depois de amanhã, por que?
Mary: Poderia vim aqui? Eu preciso muito te dizer uma coisa.
Justin: Fala agora ué.
Mary: Não, é preciso olhar em seus olhos no momento, quero que tudo seja mais real.
Ele solta uma gargalhada preguiçosa.
Justin: Okay... Tô com saudade sabia?
Mary: É?
Justin: Sim, só que, tambem tô com muito sono.
Mary: (Risos) Okay, tchau então.
Justin: (Risos) Tchau minha garota, sonha comigo ta?
Mary: Aff idiota!
Justin: (Risos) Bons sonhos.
Mary: Pra você também.
E desliguei. Acordo no dia seguinte...
Continuuuuaaaa!! Uhuuuuuuu!!

6 comentários:

  1. Ficou liiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiindo!!
    Posta logo o próximo capítulo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn obrigada, assim que der eu postarei ^-^

      Excluir
  2. Oie amrr, eu sou a Talita do blog 50tonsderoxo.blogspot.com, amei seu blog e segui, e tbm estou aqui pra avisar que postei o primeiro cap de Forbidden Love será postado no anime e aqui esta o link,espero que goste http://animespirit.com.br/fanfics/historia/fanfiction-idolos-justin-bieber-forbidden-love-1064546

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ooooooooooooi Talita *--* (gosto desse nome haha') awwwn que linda você mesnina *-* obrigada, é bom saber que meu blog lhe agradou :)) Oh! Okay, obrigada por avisar, estou louca para ler ^-^ Beijo <3

      Excluir
  3. AMORAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA,NOSSA TAVA MORRENDO DE SAUDADES DE VC :3
    E DESSA SUA FIC PODEROSA!
    GEEEEEEEEENTE!!!!!
    eles são uns fofos juntos <3
    e ela ligando pra ele direto OOOOOOOOOOUNT!!!!!!!!! :3
    no creio que VC PAROU NA MELHOR PARTE AAAAAAAAAARGH
    ISSO NÃO SE FAZ AMORA! rum! poxinha!
    AAAAAAAAAAAAAAAA SUPER,HIPER,MEGA ANSIOSA PRA ELA DIZER QUE REALMENTE AMA ELE <3 TA PERFEITO AMORA!!!
    COMO SEMPRE!!! JESUS!
    pelo amor de deus continue LOGO essa sua fic divasão! PELO AMOR DE DEUS,achei muito te fofo esse cap! hih
    beijão,BYE AMORA!!! LHE AMO!!!
    amei o lay do blog! <3
    amora,como se faz pra ficar sublinhado -sendo que em tracinhos- tipo ai em cima ta "meu marido"
    LE EU MORRENDO COM O CORPO DELÍCIA DO MEEEEU MARIDO u.u ok? mais como sou boa pessoa,divido com vc...mais não abusa! u.u bye amora,se poder me ajudar pra saber como faz isso eu seria muito grata! i love u,bye!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MARIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII haha' u-u
      Awwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwn minha divonica *-* eu senti mais de você <3 haha' ui poderosa u-u ~le jogada de cabelo
      *-------------------*
      Gostou mesmo Mari? haha' Pois é, a "Mary" gosto mesmo dele ^^ (como não gostar do Justin??) fico tão feliz sabendo que gostou ^-^ awwwn o cap ta fofinho >.< haha' Vou continuar sim e obrigada pelos elogios (minha fic não chega nem perto da sua mas enfim haha')

      AAh sei sei, ta falando do sublinhado personalizado certo? Eu fiz um tutorial para esse, é só você ir na tag e la vai ensinar passo a passo ^-^ Beijo <33

      Excluir

Olá, marujo! Agradeço desde já pelo seu comentário, é muito legal saber o que acham das postagens. Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa retribuir o comentário.