21 julho 2013

Frases daqueles que admiro!!


Oi minhas paçocas, o Frases daqueles que admiro será da Clarice Corre *-* sim, ela também é uma das minhas inspirações, pois assim como a Tati ela tem seu jeito de lidar com as palavras e expressar algo que sentimos.

Não sou forte o tempo inteiro e não gosto de admitir isso, então não espalha. Eu sou fraca às vezes. Muitas vezes. -Clarissa Corrêa.

Ela gosta de música, dias bonitos, cachorros, brisa do mar, sol, frio, sentir o vento dançando nos cabelos, rir até a barriga doer, falar besteira, desenvolver “teorias” malucas, filmes, viajar, chocolate, arte, você… -Clarissa Corrêa.

Diferente dos livros, a gente não pode voltar na melhor parte. -Clarissa Corrêa.

Talvez seja você. A vida vai dizer. De qualquer forma: obrigada por me fazer dormir sorrindo. -Clarissa Corrêa.

Se engana quem pensa que me conhece só porque me lê. Não me mostro tão facilmente. Tenho segredos tão bem escondidos que só revelo depois de confiar bem em alguém. E, olha, é difícil eu confiar numa pessoa. Já apanhei tanto da vida que tenho calos, marcas e cicatrizes. -Clarissa Corrêa.

Nunca vou entender as pessoas que magoam, sabem que magoaram e fingem que nada está acontecendo. -Clarissa Corrêa.

É inevitável, mas bem ou mal a gente sempre acaba esperando algo dos outros. Nem que seja um obrigado. -Clarissa Corrêa.

A gente não sabe o que a outra pessoa pensa ou sente. Por isso, se ela demonstra simplesmente não se importar, dói. Mesmo que ela se importe. A gente só sabe do outro o que ele mostra. Se ele se mostra indiferente e envolvido no seu próprio mundo, é essa a imagem que vamos ter.  -Clarissa Corrêa.

Eu passei boa parte da vida me enganando. Sabe aquela coisa de fingir que tudo está bem, que não doeu, que tá bom assim, que eu aceito, que aham, tá legal? Pois é, isso realmente não é nada, nada legal. -Clarissa Corrêa.

Se eu gosto, gosto como você é, mesmo que você seja chato de vez em quando. Se eu quero, quero mesmo, mesmo que todos digam para não querer. Ainda acho, perdoe o romance barato, que existem amores que duram toda a vida. São raros, mas existem. -Clarissa Corrêa.

Então você pula, engole muita água, sente dor no corpo, cai em si, começa a mexer os braços e pensa: ou eu nado ou eu morro. E você decide viver. Mesmo que pra isso tenha que morrer nadando. -Clarissa Corrêa.

É que sou o tipo de gente que todo mundo pensa que conhece. Mas se enganam feio. Pouquíssima gente me desvenda. Mostro só o que quero. -Clarissa Corrêa.

Então você pula, engole muita água, sente dor no corpo, cai em si, começa a mexer os braços e pensa: ou eu nado ou eu morro. E você decide viver. Mesmo que pra isso tenha que morrer nadando. -Clarissa Corrêa.

Ando um pouco sem paciência com gente que usa muitas fantasias. Acho que devemos tirar roupas, acessórios e maquiagens. Jogar as aparências no lixo. Ficar apenas com o melhor que temos: A essência. -Clarissa Corrêa.

Muitas vezes, penso que não vou suportar, e suporto. E me supero, de um jeito ou de outro, na marra e na garra, diariamente. -Clarissa Corrêa.

Carrego no peito todos os sorrisos e lágrimas que já distribuí. Levo na alma todos que me são fundamentais. Trago comigo as boas lembranças e algumas marcas e cicatrizes que não se desfazem com o passar do tempo. -Clarissa Corrêa.

De vez em quando a melhor companhia é aquela lágrima quente que surge no olho, vai descendo lentamente, passa pela boca e chega até o pescoço. -Clarissa Corrêa.

Se eu gostar de você aviso de antemão que você é uma pessoa de sorte. Eu me entrego. Quem vive comigo sabe. Quem convive comigo sente. Eu amo poucos. Mas esses poucos, pode apostar, amo muito. -Clarissa Corrêa.

Gosto de quem presta atenção em mim. De quem procura novidade mesmo me conhecendo do avesso. De quem não desiste de me descobrir. De quem não se cansa da rotina. De quem se entrega. Sempre. -Clarissa Corrêa.

Sempre quis alguém que me ouvisse. Não as bobagens que falo de vez em sempre. Mas o que minha alma não sabe dizer. Que fizesse esforço para captar tudo que não sai da minha boca.  -Clarissa Corrêa. (Minha preferida dela)

Gostaram? Curtiram? Aprovaram? Espero que sim, é isso aí minhas paçocas. BeiJúh!! <3

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, marujo! Agradeço desde já pelo seu comentário, é muito legal saber o que acham das postagens. Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa retribuir o comentário.