14 junho 2013

The One That Got Away (Minha Marrentinha)

A Katherine grita por mim e pelo timbre da voz eu podia imaginar o quanto eu estava ferrada.
Katherine: Mary me diz, onde você estava?
Mary: Desculpa Kah! 
Katherine: Desculpa? Eu deveria esta estudando agora mas nãaao, o que eu estava fazendo? Ligando pra Deus e o mundo perguntando por você!
Mary: Eu já pedi desculpa ta!
Katherine: Claro, e você acha que isso é o suficiente.
Mary: Ah nunca é o suficiente não é mesmo? Eu sempre tenho que ficar aqui presa e fazer o que você manda!
Katherine: Fazer o que eu mando? Você nem me ouvi Mary, eu ja estou cansada de fazer tudo aqui!
Mary: Ok, se eu sou um peso em suas costas eu me mando daqui então!
Fui para meu quarto furiosa, mas já sentia meus olhos cheio de lágrimas prontas para cair, tirava as roupas do guarda-roupas e as jogava de qualquer jeito dentro de uma mochila, a Katherine veio até o quarto e...

~Katherine On~
~Mary Off~

A Mary foi para o quarto e eu a segui, e pude ver ela recolhendo as roupas do guarda-roupas tentando guarda-las em uma mochila para sair de casa, mas eu tento a impedir a segurando.
Mary: Me larga Katherine!!
Katherine: Não Mary! Para!
Ela tenta continuar mas não consegui, e simplesmente senta no chão chorando. Eu odeio brigar com a Mary, e vê-la daquele jeito era o fim, nem mesmo eu consigo conter as lagrimas.
Katherine: Não chora, não precisa chorar.
Mary: É que. -Para por causa do choro e limpa as lágrimas. -As vezes eu me sinto um erro sabe?
Katherine: Por que você diz isso Mary?
Mary: Sei lá é que, olha só pra você Katherine e olha pra mim. Você trabalha e estuda todo o momento, é inteligente e certinha eu... Eu nunca vou ser assim.
Katherine: Você não precisa ser assim, eu sou eu e você é você.
Mary: Claro, e o que eu sou? Uma retardada que só vive dando trabalho!
Katherine: Não fale assim!
Mary: Mas é a verdade Kah, eu não faço nada certo.
Eu respirei fundo e sentei ao seu lado.
Katherine: O que você foi fazer na verdade?
Mary: Eu fui procurar o Justin.
na verdade: E encontrou?
Mary: Sim.
Katherine: Que bom...
Me levantei e fui em direção a porta, mas antes de sair me lembrei do passado e sabia que aquilo iria fazer a Mary se sentir bem.
Katherine: Sabe, a nossa mãe sempre admirava a sua persistência e coragem, a sua capacidade de conquistar os outros sendo você mesma.
Ela olha para mim e sorri, sei que a culpa não é dela pois não teve amor dos nossos pais e ainda sente saudade deles. Segui novamente a direção para me retirar do quarto mas voltei.
Katherine: E ah! Por favor nunca faça isso.
Mary: O que?
Katherine: Não vai embora Mary, você é minha família. 

~Mary On~
~Katherine Off~

Ao ouvir aquilo sorri me levantando e a abracei, era boa aquela sensação de ter alguém ali, alguém pra confiar, sempre.
Mary: Desculpa Kah, por tudo, agora ta na hora de mudar.
Katherine: Como assim?
Mary: Eu vou conseguir uma grana, vou te ajudar no pagamento das despesas de casa. 
Katherine: E como?
Mary: Sei lá, eu me viro.
Katherine: Awwwwn!!
Mary: (Risos)
Então chega a hora de dormir, me deitei, meu olhar desviou para a janela e por um segundo sorri sozinha, fechei meus olhos e apenas, dormi. Na manhã seguinte depois das higienes e refeição, me despedi da Katherine e fui para o colégio, fazer o que né. No fim de tudo, na saída do colégio olhei em minha volta e me vi perdida entre interrogações. 
Mary: Eu preciso encontrar um emprego. -Disse para eu mesma.
Andei um pouco sem direção e não encontrava nenhum anuncio sobre, tava tudo bem, até um idiota se esbarrar em mim.
Mary: Ai!
XxX: Desculpa... Ah é você Mary!
Mary: AH, oi Manteiga ¬¬
Manteiga: Tudo bem?
Mary: Não.
Manteiga: Não? Por que?
Mary: Por que preciso de grana, e não sei como arranjar. Eu preciso de um  emprego entende? 
Manteiga: Então hoje é seu dia de sorte! Estão procurando ajudantes logo ali.
Mary: Serio? Onde?
Manteiga: Em um parque de diversão que estalaram ali na esquina ó.
Mary: Um parque de diversão? ¬¬
Manteiga: É ué, bom, não deve ser grande coisa o pagamento mas tentei ajudar.
Mary: É, mas ajudou sim. Nesses momentos qualquer quantia vale, vamos.
Puxei o Manteiga e o levei comigo até a esquina, onde estavam erguendo os brinquetos. Eu e o Manteiga apenas olhava tudo ali, e um senhor gordo com bigode chega até nós.
Senhor: Posso ajudá-los?
Mary: Ahm sim, é que eu estou procurando uma serviço e me falaram que vocês precisam de ajuda.
Senhor: Hum...  Já encontramos um ajudante mas seria legal ter um para o turno da noite. Okay, podemos dizer que você esta "contratada" senhorita...
Mary: Mary!
Senhor: Mary, certo. 
Mary: Mas o que um ajudante exatamente faz?
O senhor olhou confuso em sua volta e logo para mim.
Senhor: Ajuda.
Ele saiu de lá e então quem ficou com uma expressão confusa foi eu.
Mary: Ajuda? Eu em, to vendo que eu vou ser uma faz tudo nisso aqui. ¬¬
Manteiga: (Risos) Olha pelo lado bom, você vai ter sua grana.
Mary: É, mas como você disse não vai ser grande coisa, e claro que esse parque não continuara aqui por muito tempo. 
Manteiga: É mas, não se preocupa Mary, uma caminhada sempre começa com o primeiro passo.
Foi bom ouvir aquilo, vindo de um cara como o Manteiga era meio que estranho, mesmo assim, era bom. 
Manteiga: Ja viu o Justin?
Mary: Não, ele disse que não demoraria mais, mas não sei. Ele é celebridade né.
Manteiga: E nem parece né! Pra mim aquele garoto era um filhinho de mamãe.
Mary: Pois é, pura prova que as aparências enganam. 
Manteiga: Verdade, ele é mó legal! Enfim, preciso ir.
Mary: E obrigada Manteiga, ajudou bastante.
Ele sorri e vai, e eu também sigo meu caminho de volta pra casa.
Mary: Katherine, consegui!
Katherine: Ai meu Deus que bom! Conseguiu o que?
Mary: (Risos) Um emprego!
Katherine: Não! Serio? Que ótimo Mary!
Mary: Eu sei! Bom, não é exatamente um emprego, mas da pra o gasto.
Katherine: Não importa, se ajudar como você disse, esta de bom tamanho.
Mary: É... Katherine, alguém me procurou enquanto eu estava fora?
Katherine: Não, por que?
Ao ouvir isso fiquei bolada e abaixei o olhar, ele não me procurou.

Mary: Nada, esquece.
Fui para meu quarto e me tranquei lá dentro, me joguei na cama e meus olhos foram para a janela, fiquei a olhando com a espera de ouvir algum som, alguém me chamando, mas não, ninguém estava ali, ninguém me chamou. Mas tarde sai para comprar os pães, mas ao passar perto do beco sou puxada. Alguem me pega com força e tapa minha boca com a mão para eu não conseguir falar.
XxX: Shiiiu, quietinha mocinha.
Eu conhecia aquela voz, era ele, apenas me virei e o empurrei.
Mary: Idiota!
Justin: (Risos) Se assustou?
Mary: Por que você demora tanto pra vim até qui?
Justin: Calma Mary, eu estou aqui não estou?
Mary: Ta, mas não sei até quando, você mal chega e ja vai, e quando vai demora pra chegar!
Me virei e continuei caminhando mas ele me puxou de volta.
Justin: O que você ta fazendo?
Mary: Não importa!
Justin: Importa sim, eu não posso ir pra lá!
Mary: Claro que não.
Me virei novamente e fui o deixando lá sem nenhuma reação, apenas me vendo eu ir. Comprei os pães e na volta, diminuo a velocidade dos passos ao passar pelo beco, e sim, ele continuava lá. 
Mary: Por que não vai embora?
Justin: Por que ta me tratando assim?
Eu fiquei sem resposta, as vezes eu fico com tanta raiva que não uso bem as palavras e tenho atitudes bobas que me fazem chorar de arrependimento depois, preciso me controlar. 
Mary: Desculpa, é que eu não gosto de ter hora na agenda.
Justin: Não fala assim Mary, vem.
Eu fui até ele que me abraçou.
Justin: Eu que tenho que pedir desculpa aqui, não quero que você se sinta assim. Olha, se você querer eu fico a noite toda aqui hoje!
Mary: Serio?
Justin: Sim.
Mary: Seria ótimo mas não vai dar.
Justin: Oh... E por que?
Mary: Hoje vai ser meu primeiro dia no trabalho.
Justin: E o que você ta fazendo?
Mary: Sou ajudante em um parque de diversão.
Justin: Hum, não é nada não, mas eu poderia ajudar você a conseguir algo melhor.
Mary: Não obrigada, dispenso seu bom coração ¬¬ Não quero algo melhor, pra aprender a correr antes você precisa aprender a andar.
Justin: Ok não ta mais aqui quem falou!
Mary: Idiota (Risos)
Justin: Mas percebeu? Desde a hora que eu cheguei, você ainda nem me beijou. 
Sorri, ele me puxou pela jaqueta fazendo nossos corpos se unir e me beijou.
Justin: Eu não consigo ficar mais longe de você.
Mary: não sei se acredito.
Justin: (Risos)
Justin novamente me beija, mas dessa vez era vários beijos incontroláveis, e como eu gostava disso! Mas infelizmente já estava tarde e eu não poderia me atrasar no meu primeiro "emprego".
Mary: Para Justin, eu tenho que ir.
Justin: Eu vou te esperar.
Mary: Aqui?
Justin: É ué.
Mary: (Risos) Não, vem.
Eu peguei sua mão e nós entramos, coloquei a sacola de pães na cozinha e fui em direção ao meu quarto, mas escultei a Katherine me chamar.
Katherine: Mary comprou os pães?
Mary: Não respira. -Falei baixinho para o Justin. -Sim!
Katherine: Ok, tome banho e vá logo antes que você chegue atrasada.
Mary: Táaa!!
Empurrei o Justin para dentro quarto rindo.
Justin: Eu não posso ficar aqui!
Mary: Shiiiu! Fala baixo, por que?
Justin: Por isso! -Falou com voz baixa. -Se sua irmã entrar aqui ela...
Mary: Ela não vai entrar, não sem minha permissão, aqui é MEEU quarto.
Justin:  Já te falaram que você é doida?
Mary: (Risos) Vou tomar meu banho, volto já.

~Justin On~ 
~Mary Of~

A Mary foi para o banheiro e eu fiquei ali parado sem saber o que fazer, olhei em minha volta e resolvi malinar nas coisas dela por um bom tempo, só observando e tal. Eu estava vendo alguns livros que estavam em cima da mesinha e deixei outro cair. Do livro caiu duas fotos, eu as peguei e nelas estava uma mulher brincando com uma criancinha.


Escultei a Mary sair do banheiro, então coloquei as fotos de volta na livro e o guardei no mesmo lugar, foi tudo muito rápido que Mary já estava na porta, só deu tempo eu me virar.
Mary: O que foi?
Justin: O que foi o que?
Mary: Essa cara de espanto!
Justin: Ham... É que eu pensei que fosse a sua irmã.
Mary: (Risos) Vou me trocar. -Disse ela pegando a roupa  que vestiria.
Justin: Na minha frente? -Perguntei com um sorriso de orelha a orelha.
Mary: Claro que não ¬¬
Ela veio em minha direção e começou a me empurrar, odeio quando ela faz isso.
Justin: Ahh onde é dessa vez Mary?
Ela ignora minha pergunta e me empurra para dentro do guada roupas.
Mary: Fica aqui.
Eu apenas ri e entrei, ela fechou a porta eu fiquei ali dentro esperando e esperando e esperando, bem que dizem que as mulheres demoram muito para se arrumar. Mas até certo momento cansei de ficar ali dentro então sai, e não tinha ninguém no quarto.
Justin: Mary? -A chamei baixinho.
Não ela não estava ali, não poderia acreditar que ela fez isso comigo, apenas ri sozinho. Sentei em sua cama e fiquei a esperar.

~Miley On~
~Justin Off~ 

Cheguei do novo "trabalho" e fui direto para meu quarto ja louca para ver o Justin, e ao entrar o encontrei deitado em minha cama dormindo, sorri. Fui lentamente caminhando até ele e sentei ao seu lado, e fiquei o encarando. Sabe quando você gosta de uma pessoa e tudo fica tão algo melhor? Pois é, é tipo assim. Ele acordou e sorriu ao me ver.
Justin: Demorou hem, me deixou esperando no guarda roupas.
Mary: (Risos)
Justin: Como foi?
Mary: Bem.
Justin: Que bom, vem cá.
Eu sorri e na tentativa de o beijar esculto a Katherine vim para meu quarto, não penso duas vezes e empurro o Justin da cama.
Justin: Aaah!
Mary: Shiiiu!
Katherine entra no meu quarto de vez, nem sequer bate na porta.
Katherine: Como você chega e não fala nada?
Katherine vem em direção da cama então eu levanto e a paro no meio do caminho.
Mary: Não!
Katherine: Não o que?
Olhei desfaçadamente para o Justin e vejo ele rolar para debaixo da cama, eu ri.
Katherine: Ta agora eu to com medo, ta rindo do que?
Mary: (Risos) Nada
Katherine: Então me diz como foi!
Mary: Ah foi tudo de bom, so que agora to cansada então converso com você sobre isso amanha ta?
Katherine: Hum, ta né. Boa noite. -Sorri.
Mary: Boa noite.
Katherine se retira do quarto e eu começo a rir enquanto o Justin saia de baixo da cama.
Justin: Ta rindo do que? Da minha costela quebrada? 
Mary: (Risos) Que bobo.
Justin: Ah mas vai ter troco, vem cá.
Mary: Não, sai Justin.
Ele praticamente me agarra e me beija, caindo comigo na cama sem interromper o beijo. Mesmo sendo diferente de todos os garotos que eu conheci, sendo educado e tals comigo, ele também era um safado e não sabia esconder isso. Percebo isso quando ele me segura forte me levando mais para perto dele.
Mary: Dorme aqui?
Justin: Só se você querer. 
Eu sorri e o beijei, ele deita ao meu lado me abraça.
Justin: Esta mesmo cansada?
Mary: Não, aquilo foi desculpa para a Katherine sair.
Justin: (Risos) Eu amo esse seu jeito.
Mary: Serio?
Justin: É, esse jeito de durona marrentinha sabe?
Mary: Eu não sou marrenta! -Dei um tapinha nele.
Justin: (Risos) Ah é sim! Minha marrentinha...
Eu olhei para ele que me olhava fixamente, então desviei o olhar e ri. 
Mary: É a primeira pessoa que diz gostar de mim do jeito que eu sou.
Justin sorri para mim e eu o beijo em seguida deito minha cabeça sobre seu peito fechando meus olhos. No dia seguinte de manhã acordo e a primeira imagem que vejo é ele deitado ao meu lado, mexendo no iphone.
Justin: Oi, bom dia. -Diz ele sorrindo.
Parecia uma miragem aquilo, era lindo ver aquele sorriso de tão perto, eu nem respondi nem nada, apenas sorri meio preguiçosa. 
Mary: Você não dormiu?
Justin: E perder a chance de te ver dormindo mais uma vez? Não mesmo.
Mary: (Risos) Por que? Fala!
Justin: Vai que sua irmã entrava e me via ao seu lado aqui.
Mary: Ah claro! E se você estivesse acordo isso de alguma maneira não iria acontecer ¬¬
Justin: Ér, tipo... Droga por que eu não dormi?
Mary: (Risos) Idiota...
Ele ri de mim. Eu me levanto e vou para o banheiro escovar os dentes, e esculto a Katherine me chamar.
Mary: Ah o que é Kah? Já pela a manha você ta me chamando e...
A encontro ao lado do meu quarto e logo mudo minha expressão.
Katherine: Engraçado, eu vim te acordar para tomar café e  sabe o que eu encontrei? vem!
O Justin sai do quarto e olha para mim.
Justin: Oi. -Sorri sem graça.
Katherine: ¬¬
Mary: Ah... Justin, você por aqui?
Justin: 

Katherine: Nem adianta, vocês me devem uma explicação. ¬¬

Continua...

-------------------------------------------------------------------------------------------
Oi mesninaaaaaaaaaaaaaaaaas, demorou mas ta ai! Gente eu descobri que tem gente que gosta da minha IB!!
kk' Enfim obg a vocês que leem, que comentam e tals, obg mesmo!! <3 

4 comentários:

  1. VELHO...
    EU AMEI ESSE CAP! U.U
    como sempre divão!
    achei fofo ela indo até a casa dele...já que o puto não vai né '-' rum!
    AMORA VE SE ESCREVE DE MAIS MANO! PELO AMOR DE DEUS!
    pare de ser diva...JÁ FALEI! PAREEEEEEEEEEEEE!
    pelo amor de deus! <3 hihi *----*
    sua diva MEU ...
    eu achei fofo eles só nos beijinho!
    hihihihih hihi <3
    te fofinho...
    geeeeeeeente
    EU SOU AFILIADA DELA MANO!
    :O
    MORRAM...MORRA DE INVEJA! u.u ui!
    hihi
    amora ta fofo
    EU RI no final - Mary: Ah... Justin, você por aqui?- e essa gif cara KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK TIPO SUPER REAL KKKKKKKKKKKKKKKKKK EU RI!!!!!!
    ta divo amorinha! :3
    poste logo ok?
    ahh...com se conseguiu deixar sem que o planoo de fundo ficasse prento? '-' eu tentei colocar um cabeçalho pgn mais não foi,quando eu coloquei no blog ele ficava com o plano de fundo preto ¬¬ enfim!
    beijos amora!
    bye amo vc!!!!!!!!! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awwwwwwwwwwwwwn my divonicaaaaaaaaaa <33
      Que bom que vc gostou ^^ tipo, obg meeeesmo
      kk' Né? Ah sacomé né u-u briks eu não sou tão diva assim, vc é que é
      kk awwwn \o/ se que me chamou né, dai eu coloquei seu blog divo ali u-u
      kkk' Que bom que fez vc rir, essa era a intenção kk
      Obg my diva <33
      Vish nem sei do que vc ta falando, não entendo nada aqui no blog essas coisas de html e tals, so o básico e olhe lá!! kk'
      BeiJúuuuuuuh <33

      Excluir
  2. EU AMO A SUA IB >.< continuaaaaaaaaaaa está muito perfeita :))

    Postei um novo capítulo :D queen-of-swaggy.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn minha lindaaa \o/
      E eu amo a sua u-u
      Awn ok vou continuar sim, obg, que bom que vc gostou ^^

      Excluir

Olá, marujo! Agradeço desde já pelo seu comentário, é muito legal saber o que acham das postagens. Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa retribuir o comentário.